IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Precisando de dinheiro? Conheça um tipo de crédito que te cobra menos juros

César

26/11/2019 04h00

Pintou aquela emergência e precisa de dinheiro emprestado? Ou então está faltando dinheiro para empreender e abrir o negócio próprio?

No vídeo acima, a Yolanda Fordelone, economista do Econoweek, esclarece como funciona o crédito com garantia, que permite empréstimos com prazos de pagamentos longos e juros baixos.

 

Como funciona o crédito com garantia

A principal característica dessa modalidade é que é necessário ter algum bem em seu nome para deixar como garantia.

No caso de automóveis, há empresas que chegam a emprestar um valor equivalente a 90% do preço do carro na tabela FIPE. No caso de imóveis, emprestam ao redor de 60% e 70% do valor da casa ou apartamento.

E os juros são realmente baixos. Começam em 1% ao mês. Algo bem menor do que os 12% ao mês do cheque especial, por exemplo, ou dos 7% do empréstimo pessoal comum.

 

Quais são os benefícios e riscos dessa modalidade de empréstimo?

Durante o período do empréstimo, o proprietário que tomou o crédito não deixa de usufruir do bem, podendo continuar morando no imóvel ou mesmo alugá-lo. No caso de automóveis, você também continua usando seu carro.

Mas é importante saber que, caso deixe de pagar as parcelas do seu empréstimo, a instituição financeira pode cobrar a dívida requisitando a posse do seu patrimônio. Afinal, ele entrou como garantia desse empréstimo.

Para a instituição financeira, não é tão vantajoso chegar a esse ponto, pois, além de ser um processo caro, o banco provavelmente terá que colocar o bem à venda em um leilão, podendo não reaver o valor total emprestado.

Assim, tomar o bem pode não ser a primeira opção de cobrança. Em todo caso, é um risco.

 

Onde encontrar esse tipo de empréstimo?

Faz tempo que ele existe nos grandes bancos, como Itaú e Bradesco. A novidade é que nos últimos anos há novas opções oferecidas por fintechs, como Creditas e BCredi, além de bancos médios, como Banco Inter e Sofisa.

Então, antes de escolher a instituição, vale dar uma boa pesquisada nas taxas de cada uma. Na maioria, é possível contratar o crédito online, após o envio da documentação requerida.

 

Vale a pena?

Sim, desde que tudo seja bem planejado. Mas, é importante lembrar que desincentivamos o uso indiscriminado do crédito.

Empréstimos podem ser bons para o seu bolso se houver um bom propósito e planejamento. Ou seja, se você vai usar o dinheiro para empreender, pagar uma dívida cara, e por aí vai, é uma alternativa a ser considera. Em todo caso, o empréstimo tem que caber dentro do seu orçamento e, repito, tem que ser bem planejado. De maneira alguma você deve pegar crédito para alimentar o consumismo.

 

Você pegaria um empréstimo com juros menores, deixando um imóvel ou carro como garantia?

Conta aqui nos comentários ou fale com a gente no nosso YouTube, Instagram e LinkedIn. Também é possível ouvir nossos podcasts no Spotify. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!

Sobre os Autores

César Esperandio: economista com ênfase em planejamento financeiro, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

Yolanda Fordelone: economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

Sobre o Blog

O Econoweek é um blog escrito por três economistas que querem traduzir a economia, as finanças e o dinheiro.

Econoweek