IPCA
0,1 Out.2019
Topo
Econoweek

Econoweek

Corretoras usam programas que simplificam jeito de investir em ações

César

01/10/2019 04h00

O interesse em investimentos em ações é crescente entre os brasileiros, o que é uma ótima notícia. De todo modo, os mais de 1 milhão de CPFs cadastrados nas corretoras de investimentos ainda são poucos quando comparados aos números dos Estados Unidos, que tem mais da metade dos americanos investindo em ações.

Além de iniciativas da Bolsa de Valores para popularizar o mundo dos investimentos, boa parte da simplificação vem das corretoras, que buscam entender a necessidade do cliente e oferecer uma experiência mais familiar a outras rotinas diárias, como a maior facilidade da renda fixa e, inclusive, aproximar a experiência de investimentos à navegação típica de redes sociais.

Hoje, o Econoweek te conta sobre mudanças promovidas por duas corretoras, a Easynvest e a Toro, na experiência do investidor interessado em ações que ainda evita esse tipo de investimento por achar complicado demais.

Apesar de o home broker ser uma plataforma bastante completa para o investimento em ações e renda variável em geral, ele ainda é considerado, por muitos, difícil de usar e focado em um perfil de investidor mais profissional, sendo o processo de aprendizado deste tipo de plataforma uma barreira à entrada de novos investidores.

Pensando nisso, essas duas corretoras inovaram e trouxeram para o investimento em ações uma experiência parecida com a da renda fixa, em que, no site de cada uma, há listas de ações ordenadas pelas mais negociadas, as maiores quedas de preço, as maiores altas e até, segundo a recomendação de analistas, quais podem subir ou descer.

Ainda é possível pesquisar a ação fazendo a busca pelo nome da empresa, sem ter a necessidade de saber o seu ticker (aquele código da ação composto por letras e números, sabe?).

Depois de ver o preço, se você decidir investir e comprar alguma ação, é só inserir a quantidade desejada e clicar em comprar. Muito simples.

Essa experiência também serve para investir em fundos diversos, bem como para ver as carteiras recomendadas das casas parceiras da corretora.

A navegação é um pouco diferente em cada corretora que citamos, cada qual com as suas particularidades. Mas convidamos você a ver de perto qual prefere.

No vídeo acima, batemos um papo com o Fábio Macedo, diretor comercial da Easynvest, que, além de contar um pouco dessa novidade, também falou sobre a iniciativa das corretoras de levar educação financeira ao público e a concorrência somada às inovações tecnológicas, que permitem oferecer preços muito mais competitivos para todos.

Gostou dessas novidades? Qual inovação você gostaria de ver para tornar os seus investimentos mais simples?

Conta aqui nos comentários ou fale com a gente no nosso YouTube Instagram. Também é possível ouvir nossos podcasts no Spotify. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre os Autores

César Esperandio: economista com ênfase em planejamento financeiro, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

Yolanda Fordelone: economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

Sobre o Blog

O Econoweek é um blog escrito por três economistas que querem traduzir a economia, as finanças e o dinheiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Econoweek