IPCA
0.11 Ago.2019
Topo
Econoweek

Econoweek

Responder a pesquisas, alugar coisas: 4 apps para ganhar um dinheiro extra

César

27/08/2019 04h00

Este conteúdo continha erro e foi alterado

Sempre que alguém fala que está difícil fechar o mês com a conta no azul, lembramos os cortes de gastos. Mas você já parou para olhar o outro lado: o que poderia fazer pra melhorar a renda? Não está fácil para ninguém, mas hoje o Econoweek vai te mostrar quatro possibilidades de geração de receita extra fazendo o que você gosta ou até alugando o que não usa. E o melhor: tudo online.

Dog Hero

A primeira dica é para quem gosta de cachorrinhos e outros pets. No aplicativo Dog Hero, você tem a possibilidade de passear com esses bichinhos fofos ou hospedá-los em sua casa enquanto os donos viajam.

Em nossa pesquisa pela cidade de São Paulo, as diárias variam entre R$ 35 e R$ 65. Uma boa quantia, principalmente para quem, como nós, acha que ficar perto de pets é um prazer e não um trabalho.

Meal Sharing

Esse é para quem gosta da arte de cozinhar! O Meal Sharing é um app cuja proposta é fazer aquele prato que é sua especialidade e receber pessoas para prová-lo. Mas o mais legal é você receber por isso. Você estipula o quanto vai cobrar e o máximo de pessoas que poderá receber em sua casa.

Além de uma delícia, também é uma ótima oportunidade de conhecer novas pessoas e ganhar um dinheirinho.

Allugator

Como o nome já sugere, o app Allugator possibilita que você alugue algum item que você precisa e, através do site Allushop, você pode disponibilizar para aluguel a sua câmera fotográfica ou acessórios de fotografia.

Em nossa pesquisa, tentamos alugar uma GoPro, aquela câmera pequenininha para esportes e aventuras aquáticas. O preço da locação variou de R$ 27 a R$ 32 por dia na região de São Paulo. Se você tem alguma câmera ou equipamento que não usa muito, essa também é uma possibilidade de gerar renda extra.

PiniOn

PiniOn é mais um aplicativo de nome sugestivo, que deixou a gente bem curioso. Nele, você recebe um pagamento para responder pesquisas sobre produtos, tudo na tela do seu smartphone, ou para ir a uma loja como "cliente oculto" e tirar uma foto do local ou testar algum produto e depois contar o que achou lá no app.

Os relatos são bem divertidos, com pessoas falando que se sentiram meio Sherlock Holmes nessas missões. Mas o mais divertido, é claro, é ver o dinheiro cair na conta depois de cada aventura ou pesquisa respondida.

As pesquisas online costumam pagar menos de R$ 1, porém normalmente não duram mais de um minuto cada. Que tal gastar seu tempo respondendo em vez de ficar de bobeira nas redes sociais?

Vale a pena?

Sim! Vale muito a pena fazer um dinheiro extra em suas horas livres, principalmente se você gostar do que irá fazer.

Vale lembrar que os aplicativos trabalham com avaliação mútua entre os usuários, como você já deve estar acostumado. Lembra as pontuações e avaliações escritas no Uber e Airbnb? É a mesma coisa. Então, verifique as informações antes de fechar o negócio.

Vou ganhar bastante dinheiro?

Depende de sua disposição. Mas, ao somar cada dia de trabalho, no final do mês dá para fazer uma boa quantia. Alguns chegam a dobrar a renda mensal, segundo relatos.

Também é importante lembrar que é comum os aplicativos ficarem com uma fatia do que você vai receber. Faça as contas para não ter surpresas.

Conhece algum outro aplicativo para fazer um dinheirinho extra? Qual deles você mais gostou?

Conta aqui nos comentários ou fale com a gente no nosso YouTube Instagram. Também é possível ouvir nossos podcasts no Spotify. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!

ERRATA: O texto foi atualizado. Versão anterior afirmava que o Allugator possibilitava o aluguel de qualquer bem, porém essa possibilidade já não existe e hoje só é possível disponibilizar para locação a sua câmera fotográfica ou acessórios fotográficos. O texto acima está correto, e o vídeo foi retirado.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre os Autores

Étore: mestre em economia, tem mais de uma década de experiência no mercado financeiro. Atua hoje como economista macroeconômico em um grande banco, e já passou por consultorias econômicas e pela Bolsa de Valores, além de dividir seu tempo com o Econoweek, onde cuida, principalmente, de Macroeconomia.

César: economista com ênfase em terapia financeira, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

Yolanda: economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

Sobre o Blog

O Econoweek é um blog escrito por três economistas que querem traduzir a economia.