Topo
Econoweek

Econoweek

Economizar virou moda: reestilize sua roupa e ganhe novo visual mais barato

César

28/06/2019 04h00

No mundo da moda, todo dia surge novidade, e a onda da vez é o "upcycle". O nome parece difícil, mas nada mais é do que a reestilização de roupas com o intuito de dar nova cara ao seu look e ainda economizar. Hoje, o canal Econoweek vai te contar o quanto você pode poupar se entrar nessa moda.

Primeiro de tudo, não confunda o conceito de upcycle com o de reciclagem. O processo de reciclagem poderia ser chamado de "downcycle": por meio de tratamentos, se transforma alguma coisa considerada sem uso em um produto novo. Um exemplo muito conhecido é o de reciclagem de garrafas pet, que acabam virando bolsas e outros utensílios.

O processo de reciclagem é muito útil, mas precisa de uma cadeia de coleta e reciclagem. Tudo isso significa gastos (financeiros e de energia), e às vezes o produto derivado da reciclagem é considerado de menor qualidade.

Mas e se usássemos por mais tempo o mesmo produto que iríamos descartar, só que de uma maneira diferente? Esse é o upcycling, termo que está em alta no mundo da moda.

Está surgindo toda uma indústria ao redor disso. Já há empresas especializadas em reestilização de vestuário fazendo bastante sucesso, mas você também pode fazer isso sozinho, seguindo a sua criatividade ou vídeos tutoriais espalhados pela internet.

Economia pode chegar a R$ 700 por ano

Falando em números, o brasileiro gasta em média R$ 114 por mês com vestuário, podendo chegar até a R$ 700 em casos mais extremos. Supondo que aquela peça de roupa que duraria um ano passasse por um upcycle e durasse o dobro, o gasto com vestuário cairia pela metade. É uma economia de R$ 57 por mês, R$ 684 por ano e R$ 6.840 em dez anos.

Agora, imagine um cenário de mais anos. Se você tem 20 anos e pensa em se aposentar aos 65, terá economizado R$ 30,8 mil já com uma mudança de atitude: aproveitar por mais tempo suas roupas.

Para algumas pessoas, pode parecer pouco. Mas não se esqueça que está é a quantia economizada. Se você investir esse dinheiro, o valor tem potencial para se tornar algo muito maior. Se você investir R$ 57 todo mês no Tesouro Selic, o título público mais conservador do Tesouro Direto, na sua aposentadoria você terá R$ 214,8 mil.

Esse número pode ser ainda maior em outras opções de investimentos ainda bastante conservadoras e seguras, ou caso seu gasto com vestuário seja maior que o desse exemplo. Tudo isso ainda dando um upcycle no seu guarda-roupa.

Gostou das dicas? Conta aqui nos comentários ou fale com a gente também no nosso YouTube Instagram. Também é possível ouvir nossos podcasts no Spotify. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre os Autores

Étore: mestre em economia, tem mais de uma década de experiência no mercado financeiro. Atua hoje como economista macroeconômico em um grande banco, e já passou por consultorias econômicas e pela Bolsa de Valores, além de dividir seu tempo com o Econoweek, onde cuida, principalmente, de Macroeconomia.

César: economista com ênfase em terapia financeira, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

Yolanda: economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

Sobre o Blog

O Econoweek é um blog escrito por três economistas que querem traduzir a economia.