IPCA
0.01 Jun.2019
Topo
Econoweek

Econoweek

Entenda o que significam as principais siglas das ações

César

2023-07-20T19:04:00

23/07/2019 04h00

PETR3 ou PETR4? VALE3, USIM5, ELET6 e KLBN11? Sabe o que significa essa sopa de letrinhas e números que representam as ações listadas na Bolsa de Valores brasileira? Hoje, o canal Econoweek vai te contar o significado dos principais números que aparecem nas siglas.

Para começar, as letrinhas dizem respeito à empresa que aquela ação representa. PETR3 e PETR4 são ações da Petrobras, por exemplo. Já VALE3 é uma ação da Vale e assim por diante.

Mas por que há duas ações diferentes da Petrobras? E por que há tantos números diferentes na terminação de cada ação? Há um porquê por trás de cada número. E nós vamos explicar os mais comuns.

Ações terminadas em 3

Representam as ações ordinárias, aquelas que dão direito a voto nas assembleias das empresas em questão. Nessa reunião, você, dono de uma ação ordinária, terá direito a dar o seu voto em qualquer decisão que venha a ser tomada.

Ações terminadas em 4

Representam as ações preferenciais, aquelas que receberão antes os dividendos da empresa (ou com "preferência", por isso o nome). Assim, se você é dono de uma ação desse tipo, quando a empresa for dividir os lucros com os seus acionistas, você será um dos que receberá a sua parte primeiro. A regra diz que pelo menos 25% do lucro tem que ser dividido com acionistas preferenciais.

Ações terminadas em 5 ou 6

São outros tipos de ações preferenciais, que vão além da regra geral. Nestes casos, a companhia determina quais regras esse papel seguirá, tanto para a distribuição de dividendos, como para outras questões particulares. Mesmo assim, a pessoa dona de uma ação destes tipos também receberá antes os dividendos, seja qual for o tamanho.

Ações terminadas em 11

Se referem a Units, que são um mix entre ações ordinárias e preferenciais. Assim, o dono de uma Unit tem direito a voto e também a receber antes os dividendos. A composição de cada Unit depende do que foi estabelecido para cada caso, podendo ter maior participação de ações ordinárias ou preferenciais.

Lembre-se de que há outros ativos no mercado financeiro, como BDRs e ETFs, também com nomenclaturas parecidas, além de outras ações com números diferentes, mas são muito menos comuns.

Gostou das dicas? Conta aqui nos comentários ou fale com a gente também no nosso YouTube Instagram. Também é possível ouvir nossos podcasts no Spotify. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre os Autores

Étore: mestre em economia, tem mais de uma década de experiência no mercado financeiro. Atua hoje como economista macroeconômico em um grande banco, e já passou por consultorias econômicas e pela Bolsa de Valores, além de dividir seu tempo com o Econoweek, onde cuida, principalmente, de Macroeconomia.

César: economista com ênfase em terapia financeira, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

Yolanda: economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

Sobre o Blog

O Econoweek é um blog escrito por três economistas que querem traduzir a economia.